Parece estar localizado(a) em <country>

Visite o Site comercial da TENA para obter informação local.

A idade e a mobilidade

Senhora mais velha e duas senhoras mais jovens no exterior – como a idade afeta a nossa mobilidade

Manter-se ativo

É ótimo se o seu ente querido idoso ainda consegue movimentar-se. Significa que ainda tem alguma independência e que pode fazer coisas como ir à casa de banho sozinho. Tente mantê-lo ativo pelo máximo tempo possível para apoiar a sua dignidade.
 
Por outro lado, a idade está a mostrar os seus efeitos no seu corpo. É natural que os músculos e articulações enfraqueçam à medida que envelhecemos. A nossa coordenação e equilíbrio também podem ficar mais enfraquecidos. Isso significa que não temos a mesma mobilidade que tivemos em jovens. Se é este o caso da pessoa de quem está a cuidar, existem coisas que pode fazer para ajudá-la.  
 
Como ajudar o seu ente querido a manter-se ativo? Uma das formas é incentivar o exercício regular. O movimento e o exercício ajudam a fortalecer os músculos e os ossos. Também ajudam a reduzir os problemas de equilíbrio. O seu ente querido deverá movimentar-se de forma mais cuidadosa. É bom que você, um amigo ou assistente social possam fazer exercício com ele.
 
Além disso, para ajudar à sua mobilidade, certifique-se de que o ambiente familiar é seguro para que o seu ente querido possa movimentar-se em casa. Uma queda pode facilmente partir os ossos frágeis de uma pessoa mais velha. Também pode destruir a confiança de que precisam para se manterem em pé. Tente remover todos os riscos de queda em casa.
Quando o seu ente querido tem mobilidade reduzida

O seu ente querido poderá ter cada vez mais dificuldades em movimentar-se. Como tal, poderá ter de ajudá-lo a fazer coisas que antes fazia sozinho facilmente – por exemplo, sair da cama, vestir-se ou ir à casa de banho.

Como ajudar

Como cuidador, pode ajudar o seu ente querido a movimentar-se e a manter algum nível de mobilidade. Se o seu ente querido não tiver capacidade para se movimentar facilmente, pode ajudá-lo a fazer as coisas de que ele precisa. Certifique-se de que: 
  • a sua casa é segura para que se movimente – consulte a secção Segurança em casa para os idosos
  • o seu ente querido sabe e consegue ir à casa de banho sozinho; caso não consiga, diga-lhe para lhe pedir ajuda sempre que necessário;
  • o seu ente querido sabe onde está e quem quer contactar caso de ocorra algum problema; 
  • o seu ente querido tem um telemóvel ou outro dispositivo semelhante ao alcance, para que possa ligar caso tenha algum problema.
Abaixo encontra mais dicas sobre ajudar a pessoa que está a ajudar, seja uma pessoa sem mobilidade ou com mobilidade parcial.

Chegue a um entendimento comum

A maioria de nós quer manter as idas à casa de banho privadas. E o seu ente querido pode sentir-se constrangido ao dizer-lhe que precisa de ir à casa de banho. Como tal, é importante encontrar uma forma de ele lhe dizer quando precisa de ajuda – uma frase ou um gesto que respeite os seus sentimentos.

Reduzir os episódios de incontinência

Pode ajudar a pessoa de quem cuida a sentir-se mais confiante evitando os episódios de incontinência. Tente incentivar o seu ente querido a ir à casa de banho nas mesmas alturas a cada dia. Ao fazê-lo, poderá criar um hábito e reduzir o número de vezes que o seu ente querido tem episódios de incontinência. 

Caso o seu ente querido tenha dificuldades em chegar à casa de banho a tempo, analise a hipótese de usar produtos para incontinência descartáveis. Todas as situações são diferentes, pelo que para saber qual o produto para incontinência com o nível de absorção adequado para o seu ente querido, consulte o localizador de produtos TENA.

Para saber mais sobre as vantagens da TENA, consulte a secção Vantagens da TENA.

What are cookies?

Lorem ipsum dolor sit amet lorem ipsum dolor sit amet lorem ipsum dolor sit amet.