Parece estar localizado(a) em <country>

Visite o Site comercial da TENA para obter informação local.

Intimidade e perdas de urina: truques e melhores posições


Se acha que por ter perdas de urina, já não pode desfrutar da sua intimidade, está muito enganado. Revelamos-lhe uma série de conselhos e regras que deverá seguir quando chegar a altura de entrar em ação.

Intimidade e perdas de urina

Se tem perdas de urina, como tantos homens a partir dos 50 anos, não deverá dizer adeus ao sexo. É sabido que a incontinência, muitas vezes, faz se acompanhar de uma série de inseguranças que afetam a vida diária. No âmbito sexual, este problema pode provocar a diminuição da libido, a perda do desejo sexual e, por conseguinte, a redução da frequência com que tem relações sexuais. Contudo, se a abstinência sexual não é o seu estilo, ponha de lado estes receios e lembre-se que há um mundo melhor para além das suas inseguranças.

Em seguida, damos-lhe uma série de conselhos para que continue a ter uma vida sexual o mais plena possível.


1. Comunicação com a sua parceira

Fale! A comunicação é fundamental para os casais, mas neste caso, se tiver receio de ter alguma fuga antes ou durante o ato sexual deverá comunicá-lo. Isso poderá ajudá-lo a superar o problema e, sobretudo, a evitar mal-entendidos.


2. Controle o que bebe e certifique-se que elimina os líquidos antes do coito

Apesar de sofrer de incontinência, não caia no erro de reduzir os litros de água que bebe diariamente. A água tem uma importância vital. Só precisa de ingeria-la de forma planeada. Escolha os momentos do dia nos quais bebe líquidos e evite ingerir água uma hora antes de entrar em ação.


3. Tranquilidade

Mantenha a calma, é normal que mesmo apesar de seguir estes conselhos possa sofrer alguma fuga. Não vai haver problema. Tenha à mão papel ou uma toalha para quaisquer eventualidades, mas não fique obcecado com isso; poderão não ser necessários.


4. As melhores posições

Quando estiver preparado para iniciar o coito, opte por uma posição sexual que lhe provoque a menor pressão possível sobre a bexiga e o ventre. Desta forma, recomendam-se as posições quadrúpedes ou em decúbito lateral. Além disso, nem todo o sexo tem de ser falocêntrico, pense também nas carícias, massagens, sexo oral e outras formas de sexualidade.


E para poder ganhar mais confiança em si mesmo, existem diferentes aspetos que deverá conhecer para lidar com a situação e ter a incontinência sob controlo, tais como a reeducação da bexiga ou os exercícios para reforçar o pavimento pélvico, que também o ajudarão a ter ereções mais fortes.

  • Calendário miccional para reeducar a bexiga. 

Deve sempre recorrer ao seu médico de medicina geral para que o reencaminhe para um especialista. Se antes da consulta elaborar um calendário miccional que indique as vezes que urina por dia e a quantidade de situações nas quais sofre fugas, isso será de uma grande ajuda para o profissional que se encarregar do seu caso.

  • É muito importante ter um diário miccional. 

Com ele poderá estudar a altura do dia na qual urina mais, quando sofre mais fugas e se estas se devem a alguma ação ou situação precisa (tempo desde que ingeriu algum líquido, exercícios físicos, stresse, etc.). Com este método, poderá reeducar a sua bexiga e antecipar as fugas.

  • Consulte fisioterapeutas especialistas em exercícios do pavimento pélvico. 

Os exercícios hipopressivos são importantíssimos para reforçar o pavimento pélvico e favorecer o sexo e a prevenção da incontinência urinária. Ninguém melhor que um fisioterapeuta especializado para o tratamento do pavimento pélvico, para aconselhá-lo e ensinar-lhe diferentes técnicas pelviperineais em função das suas necessidades.

  • Evite alimentos e bebidas que possam irritar a bexiga, como a cafeína. 

Tenha cuidado com aquilo que come e bebe. Alguns alimentos e bebidas podem fazer que precise de urinar com mais frequência, como os citrinos, o álcool, as bebidas com gás ou os alimentos picantes.

  • Prisão de ventre e excesso de peso. 

O pavimento pélvico pode ser bastante afetado caso sofra de prisão de ventre ou tenha excesso de peso. Por isso, é recomendável uma dieta equilibrada e bastante exercício físico, para que a bexiga não suporte a acumulação de gordura no abdómen.  Além disso, complemente a sua dieta com exercícios hipopressivos, como referimos nos pontos anteriores, para fortalecer o pavimento pélvico.


Artigos relacionados

Sair quando se tem perdas urinárias

Muitos homens com perdas urinárias preocupam-se quando se trata de atividades sociais. O medo das perdas urinárias pode ser um obstáculo, mas com um plano apropriado, poderá manter-se protegido contra as perdas e manter a confiança.

Manter-se ativo com perdas urinárias

Existem muitas formas de manter o controlo e continuar a vida como quer, independentemente do tipo de perdas urinárias que tem.

What are cookies?

Lorem ipsum dolor sit amet lorem ipsum dolor sit amet lorem ipsum dolor sit amet.