O que pode fazer

70 % da mulheres voltam a conseguir controlar a bexiga

Clique aqui

Muitas pessoas contaram-nos a forma como os problemas urinários podem realmente interferir com o seu estilo de vida: deixaram de realizar certas actividades e estão sempre a ver onde há uma casa de banho, preocupadas com o facto de poderem cheirar a urina ou que as perdas se notem na roupa. A boa notícia é que isso não tem de ser assim: com as alterações certas no estilo de vida e uma boa protecção, a vida social não tem de sofrer, pode continuar a praticar exercício e a fazer todas as suas actividades diárias com toda a confiança.

Normalmente, os profissionais de saúde tendem a seguir os métodos minimamente invasivos para minimizar os problemas urinários, como alterações no estilo de vida, exercícios de fisioterapia e dispositivos médicos. Se estes falharem, o especialista pode considerar a hipótese de se ter de recorrer a um tratamento mais invasivo, como a medicação ou a cirurgia.

O que pode fazer divide-se em 2 secções: