Parece estar localizado(a) em <country>

Visite o Site comercial da TENA para obter informação local.

Infeção do trato urinário e incontinência

Sabia que se tiver problemas urinários, também está em maior risco de contrair infeções do trato urinário (ITU)? Existem muitos motivos diferentes para tal, mas a boa notícia é há coisas que se podem fazer para prevenir uma infeção.

Ilustração da forma como as bactérias infetam a bexiga numa infeção do trato urinário

O que é uma infeção do trato urinário?

As ITU são o resultado de bactérias prejudiciais que entram no trato urinário e causam uma infeção. Na maioria dos casos, as bactérias que invadem o trato urinário inferior provêm do nosso próprio corpo.
 
Existem muitas bactérias diferentes que podem causar uma ITU, mas o tipo mais comum é a E. Coli, que normalmente vive no intestino e pode infetar o trato urinário quando a uretra fica exposta a fezes. No entanto, as infeções podem por vezes ser causadas por outros tipos de bactérias. 
 
Quais os sintomas mais comuns de infeção da bexiga?
  • Dor ou sensação de ardor ao urinar 
  • Desejo frequente de urinar e micção frequente 
  • Expulsão de pouca quantidade de urina de cada vez 
  • Vestígios de sangue na urina 
  • Urina que se apresenta escura, turva ou com odor forte 
  • Sensação de frio, mas nem sempre associada a febre 
  • Incontinência urinária súbita 

Qual é a diferença entre ITU Superior e ITU Inferior?

O tipo mais comum de ITU é uma infeção do trato inferior, em que as bactérias infetam a uretra e a bexiga. As estirpes altamente virulentas podem, se não forem tratadas, propagar-se para os ureteres e para os rins, causando uma ITU superior. Então, os sintomas irão agravar-se com, por exemplo, dores nas costas, náuseas e febre. Esse tipo de infeção renal é grave e pode causar potenciais lesões nos rins ou mesmo insuficiência renal. Sem tratamento, pode levar à urosepsis, ou seja, quando a infeção entra na corrente sanguínea. Esta condição requer cuidados intensivos.


Os sintomas são sempre os mesmos?

Alguns idosos com uma resposta imunitária enfraquecida, ou que sofram de diabetes mellitus, podem ter sintomas muito vagos e aparentemente não relacionados. Tais sintomas podem incluir fraqueza generalizada, confusão, náuseas, tonturas, incontinência súbita ou um agravamento da incontinência. É importante que se saiba o que é normal para estas pessoas específicas e reconhecer quaisquer alterações na sua condição para se fazer um diagnóstico e tratamento atempados.


Condições que podem ser confundidas com uma ITU

Bacteriúria assintomática, também referida como a presença de bactérias “amigáveis” no trato urinário, é uma condição inofensiva que não deve ser tratada com antibióticos. A presença destas bactérias não exibe sintomas, exceto urina com odor desagradável nalgumas pessoas. Isto quer dizer que um resultado positivo numa tira de teste (nitrito e/ou leucócitos) não prova a existência de uma ITU, se não ocorrerem outros sintomas. 
 
A desidratação também pode provocar urina escura, turva e com odor desagradável. Por isso, certifique-se de que se hidrata adequadamente.

Quem está em risco?

As ITU podem afetar qualquer pessoa, em qualquer idade, mas há grupos que estão em maior risco.
 
A razão principal pela qual as mulheres são mais suscetíveis de contrair uma ITU está associada à anatomia feminina. A sua uretra é mais pequena do que a dos homens e está localizada mais perto do ânus, a partir do qual as bactérias podem invadir o trato urinário. Nas mulheres, os níveis de hormonas de estrogénio decrescem com a idade, o que leva a que as paredes do trato urinário se tornem mais finas e secas. Além disso, a membrana de muco protetor, ou simplesmente mucosa, torna-se menos ácida, o que também reduz a capacidade de combate às infeções. É por esta razão que se recomenda o tratamento com a hormona de estrogénio na prevenção das ITU.
 
Outro exemplo de pessoas em risco de contrair uma ITU são os idosos, pessoas com diabetes mellitus, pessoas com um cateter e residentes e pacientes. 
 
Adicionalmente, não ser capaz de esvaziar totalmente a bexiga também pode aumentar o risco que uma ITU, já que as bactérias podem desenvolver-se na urina residual. As causas de urina residual incluem obstipação, obstrução do fluxo causada por aumento da próstata ou por um prolapso, ferimentos na espinal medula ou danos nos nervos, que interferem com o normal funcionamento do trato urinário. 

Existe uma ligação com a incontinência?

A incontinência urinária pode afetar qualquer pessoa em qualquer idade, mas é mais frequente à medida que envelhecemos e quando associada a outras patologias. Por conseguinte, as pessoas com incontinência urinária também apresentam frequentemente problemas adicionais que contribuem para um maior risco de ocorrência de uma ITU. Alguns exemplos incluem a incapacidade de esvaziar totalmente a bexiga, a redução das funções de defesa imunitária e as doenças crónicas. A incontinência dos intestinos é outro fator que aumenta o risco de contrair uma ITU.  


Como prevenir uma ITU?

O método de prevenção mais importante é manter a zona genital limpa, saudável e capaz de se proteger a si própria das infeções. Igualmente importante é expelir as bactérias através de uma boa hidratação! Finalmente, tente certificar-se de que esvazia completamente a bexiga, já que as bactérias podem multiplicar-se na urina residual. 
 
Algumas dicas para evitar as ITU:
  • Uma boa higiene é a forma mais fácil de prevenir uma ITU
  • Limpe-se da frente para trás, depois de uma ida à casa de banho, para evitar a transferência de bactérias para o trato urinário 
  • Retire os produtos para a incontinência sujos, da frente para trás 
  • Não lave demasiado nem use sabões agressivos na sua sensível zona genital, pois isso poderá causar desequilíbrios e irritações
  • Utilize o sabão de limpeza TENA se a pele estiver fragilizada, e o creme de proteção TENA
  • Seque a pele depois de trocar produtos de higiene, já que as bactérias proliferam em áreas húmidas
  • Certifique-se de que se hidrata adequadamente 
  • Se tiver problemas a esvaziar completamente a bexiga, certifique-se de que se senta de forma adequada, inclinando-se para a frente com os pés apoiados no chão ou num apoio para os pés. Também pode levantar-se e sentar-se algumas vezes para esvaziar completamente a bexiga
  • Utilize produtos para incontinência TENA respiráveis e de alta qualidade com uma superfície seca 
  • Recomenda-se, frequentemente, o tratamento vaginal com estrogénio para evitar as ITU