Parece estar localizado(a) em <country>

Visite o Site comercial da TENA para obter informação local.

Tipos de incontinência

Senhora jovem a abraçar senhora mais velha – compreender o tipo de incontinência que o seu ente querido tem

Tipos comuns de incontinência

Você quer prestar os melhores cuidados possíveis ao seu ente querido. Assim, achará útil saber qual o tipo específico de incontinência que o seu ente querido tem. Com esta informação, terá mais capacidade para escolher os produtos mais adequados à sua situação. Ajudando-o a gerir a sua situação de forma mais eficaz. O que significa que o seu ente querido se sentirá mais confortável e confiante.
 
Em baixo descrevemos sete tipos de incontinência e as suas diferentes causas e sintomas. Alguns são específicos das mulheres, outros são específicos dos homens. Os tipos mais comuns são incontinência de esforço e incontinência de urgência – na verdade, uma pessoa pode ter uma combinação dos dois tipos. 
Incontinência urinária de esforço (IUE)

Normalmente abreviada como incontinência de esforço, é o tipo mais comum entre mulheres. Cerca de 10% da incontinência masculina é derivada deste tipo. Normalmente, quando os músculos do pavimento pélvico que suportam a bexiga se tornam mais fracos. Quando ri ou tosse, a pressão na sua bexiga aumenta. Os músculos do pavimento pélvico não conseguem apertar o suficiente para manter toda a urina. Desta forma, surgem algumas perdas – normalmente, apenas uma pequena quantidade, mas em alguns casos, poderá ser superior.

Mulheres – A incontinência de esforço é mais provável em mulheres durante a gravidez, após o parto e após os 40 anos. Estes são momentos nos quais os músculos do pavimento pélvico estão mais danificados e/ou enfraquecidos. No entanto, as mulheres podem ter este tipo de incontinência em qualquer idade. Uma em cada três mulheres passam por esta situação em algum momento das suas vidas. Normalmente, acontece a jovens mulheres que praticam desporto. 

Incontinência de urgência

Este tipo de incontinência também é conhecido por “bexiga hiperativa”. Isto acontece quando sente uma vontade súbita de urinar e a bexiga automaticamente expele a urina, sem conseguir pará-la. Normalmente, o corpo não dá qualquer sinal. Poderá ser mesmo uma grande quantidade de urina. Uma pessoa comum esvazia a bexiga cerca de quatro a oito vezes por dia. O seu ente querido urina com mais frequência? Acorda várias vezes durante a noite, regularmente, para ir à casa de banho? Estes podem ser sinais de incontinência de urgência. 

Homens - A incontinência de urgência é o tipo de incontinência mais comum nos homens. Muitas vezes, é o resultado do aumento da próstata. 

Outros tipos em mulheres e homens

  • Incontinência funcional
    Algumas pessoas não chegam à casa de banho a tempo devido a dificuldades causadas por doença física ou mental. São pessoas que sofrem de incontinência funcional.   

  • Incontinência mista
    Normalmente, este tipo de incontinência é uma combinação de incontinência de esforço e incontinência de urgência, sendo que uma é mais percetível do que a outra.

  • Problemas urinários neurológicos
    Em algumas pessoas, o cérebro não consegue comunicar de forma adequada com a sua bexiga. Desta forma, não conseguem controlar a bexiga ou esvaziá-la completamente. Os problemas urinários neurológicos podem ser causados por diversas doenças. Se considera que o seu ente querido pode sofrer deste tipo de incontinência, não tire conclusões precipitadas. Ao invés, fale com o seu ente querido e consultem um médico logo que possível. Um diagnóstico profissional irá ajudá-lo a ficar mais tranquilo.

Outros tipo de incontinência nos homens

  • Pingos após micção
     Os pingos após micção acontecem quando a bexiga (uretra) não esvazia completamente e continua a deixar passar urina após a micção. É comum em casos de músculos do pavimento pélvico enfraquecidos. 

  • Incontinência por regurgitação
     Se alguém sofre de um fluxo de urina constante ou esporádico, sofre de excesso de fluxo de incontinência. Este tipo de incontinência poderá ser causado por uma obstrução ou lesão nervosa. 

Não tem a certeza sobre quais os sintomas?

Se os sintomas do seu ente querido não são óbvios, poderá não ter a certeza sobre qual o tipo de incontinência que tem. Não se preocupe, eis o que pode fazer para descobrir. 
 
Tente manter um diário para registar o padrão de micção durante uma ou duas semanas. Desta forma, terá um registo para mostrar ao médico. Aconselhamos a que fale com um médico para obter um diagnóstico adequado e conselhos sobre como gerir a situação do seu ente querido.
 
 
Ao aprender informações sobre a incontinência, é provável que se depare com termos desconhecidos. Saiba o que significam no Glossário.