Parece estar localizado(a) em <country>

Visite o Site comercial da TENA para obter informação local.

O meu ente querido precisa de ajuda à distância

Senhora mais velha a arranjar flores – cuidar de um ente querido numa cidade diferente
É possível que viva a uma certa distância de um ente querido que precisa do seu apoio – um progenitor idoso, por exemplo. E talvez se interrogue o que pode fazer por ele. Muitos cuidadores estão nesta situação. Com estes cuidadores, aprendemos como podemos ajudar, mesmo a longas distâncias. Você pode:
 
  • dar apoio emocional ao seu ente querido através de contactos mútuos
  • coordenar serviços para o seu ente querido (por exemplo, organizar a visita de cuidadores ou empregados de limpeza, fazer acompanhamento contactando-o a uma determinada hora, certificando-se de que não há problemas)
  • gerir os seus registos de saúde, e viajar para acompanhar o seu ente querido a consultas médicas
  • saiba quando o seu ente querido gostaria de ter visitas, e organize com um membro da família ou amigos para visitá-lo regularmente
A prestação de cuidados à distância pode ser um desafio. Mas existem sempre formas de fazer com que funcione. Em baixo encontra algumas sugestões que o ajudam a prestar assistência ao seu ente querido à distância:

Criar um plano

Uma boa forma de começar é conhecer a situação do seu ente querido, as potenciais dificuldades que enfrenta e o nível de ajuda que precisa. Tente identificar recursos locais e opções que consiga gerir à distância. Faça anotações sobre a patologia do seu ente querido e quaisquer questões legais ou financeiras. 
 
Inclua números de contacto, informações de seguros, números de contas bancárias e outras informações importantes. Adicionalmente, aprenda o mais possível sobre a sua doença e qualquer tratamento que o seu ente querido possa precisar.

Higiene e produtos para incontinência

Quando vive sozinho, provavelmente o seu ente querido consegue cuidar de si próprio na maior parte do tempo. Ainda assim, pode facilitar a sua vida ajudando-o a escolher o tipo de proteção contra incontinência adequado. As cuecas descartáveis para incontinência TENA são concebidas como a roupa interior normal – fáceis de colocar e tirar e não requerem assistência. Veja como é fácil usar as cuecas para incontinência TENA – veja este vídeo.
 
Cada situação de incontinência é única. Consequentemente, para encontrar um produto com um nível de absorção adequado para o seu ente querido, consulte o seletor de produtos TENA
 
Porque não ajudar o seu ente querido encomendando produtos específicos, com entrega na sua morada? Encomende online em TENA Direct.

Estabeleça uma rede contactos locais de fácil alcance

Se está longe da pessoa a quem está a tentar ajudar, pode organizar visitas regulares de vizinhos, amigos e família. Eles podem mantê-lo a par da situação do seu ente querido. Pode até sugerir-lhe que contrate um cuidador profissional local para cuidar do seu ente querido e fazer-lhe companhia. Qualquer que seja a vossa decisão, é importante ter contactos locais em caso de emergência. 

Verifique regularmente & mantenha contactos regulares

Obviamente, sempre que puder, seria bom visitar o seu ente querido pessoalmente. Desta forma pode saber pessoalmente quais são as suas necessidades em termos físicos, emocionais e financeiros. Quando não puder visitar o seu ente querido pessoalmente, os smartphones, tablets e internet podem ajudar a que se mantenham conectados. 
O Skype, WhatsApp, Viber, Facebook Messenger e Apple FaceTime são boas formas de se manterem em contacto. 
 
Se o seu ente querido tem um telemóvel, seria uma boa ideia certificar-se de que sabe usá-lo. E que os números importantes estão guardados no telemóvel. Algumas operadoras disponibilizam tutoriais gratuitos online ou nas lojas e planos de chamadas com preços reduzidos para idosos que utilizam os seus telemóveis apenas para emergências. 
 
Também seria útil pesquisar sobre alterações que podem ser feitas nos telemóveis, disponíveis para pessoas idosas – por exemplo, comandos ativados por voz, botões maiores e compatibilidade com aparelhos auditivos. 

Esteja preparado para emergências

Tente pensar no futuro e pergunte a si próprio o que faria caso o seu ente querido tivesse uma emergência. É bom manter contactos locais que possam estar imediatamente disponíveis. Adicionalmente, deverá estar preparado, com algum dinheiro de parte, para viajar até casa do seu ente querido – a qualquer momento.
 
Considere comprar uma pulseira de alarme para o seu ente querido usar – se estiver de acordo. Estes dispositivos podem ser ativados com apenas um toque num botão para avisá-lo a si ou a um cuidador local em caso de emergência. 

Obtenha apoio profissional

Vai considerar bastante útil contratar um cuidador profissional que possa providenciar refeições, cuidados pessoais e outros serviços ao seu ente querido. Um gestor de cuidados geriátricos, ou assistente social, também poderá cuidar do seu ente querido.