Parece estar localizado(a) em <country>

Visite o Site comercial da TENA para obter informação local.

Mudanças na relação

Uma senhora mais velha com a sua família – as mudanças na relação entre si e o seu ente querido

As mudanças são normais

A prestação de cuidados afeta naturalmente a sua relação com a pessoa de quem está a cuidar. A interação é feita de novas formas. Começa a ver a outra pessoa de uma forma diferente. E começa a sentir emoções desconhecidas, por vezes, estranhas ou até mesmo encantadoras. 
 
Aborde as mudanças de forma positiva, com uma mente aberta e poderá surpreender-se. A sua relação pode tornar-se mais forte e gratificante.
 
Leia em baixo sobre os dois tipos de relação mais comuns. E aprenda dicas úteis sobre como lidar com as mudanças pelas quais irá passar.

Parceiros

Você e a pessoa de quem está a cuidar são parceiros numa relação? Se for esse o caso, provavelmente já vivem juntos e têm laços emocionais fortes. Isso é positivo – pode ajudar a tornar a prestação de cuidados mais fácil e menos desgastante. Visto que já se conhecem bem, é provável que não tenham inibições um com o outro – isso também é útil. 
 
No entanto, tenha atenção. As relações próximas podem provocar emoções fortes. Caso a sua relação se torne demasiado parcial e caso isso o incomode, converse sobre isso com o seu parceiro. Tente encontrar espaço para as suas próprias necessidades. Se demonstrar amor em relação ao seu parceiro, a prestação de cuidados torna-se mais gratificante.

Progenitores

Tal como muitas pessoas, é possível que se encontre numa situação em que deve cuidar de um progenitor idoso regulamente. Pense nisso como uma oportunidade maravilhosa para mostrar ao seu pai ou mãe o quanto gosta deles.
 
Cada um de vocês poderá considerar que a inversão de papéis é difícil de aceitar. Pode sentir que não é natural, é incómodo ou até mesmo constrangedor. Prepare-se para situações constrangedoras quando os seus progenitores precisam de ajuda na higiene diária ou para se vestirem. 
 
Pode ultrapassar esses desafios assumindo uma atitude positiva. Com tempo, vão habituar-se à situação. Vai descobrir que o seu medo era maior do que a tarefa em si. Afinal, tudo o que quer é dar amor e atenção aos seus progenitores.

Aceitar ajuda

Cada um de nós é único. Tal como as situações de prestação de cuidados. No entanto, existe uma regra aplicável a todas as relações de prestação de cuidados: se sentir emoções negativas, fale sobre elas. Por vezes, é suficiente falar sobre os assuntos e encontrar soluções em conjunto com a pessoa de quem cuida. Outras vezes, é melhor pedir ajuda aos seus amigos, outros cuidadores ou especialistas.