Exercícios do pavimento pélvico

O controlo da bexiga pode ser melhorado com a ajuda dos exercícios certos. Os exercícios do pavimento pélvico, também conhecidos como exercícios Kegel, podem ajudá-lo a prevenir ou a gerir os problemas de perdas urinárias.

Exercícios do pavimento pélvico

Descobrir os seus músculos do pavimento pélvico

Os exercícios dos músculos do pavimento pélvico melhoram a força dos músculos e ajudam-no a manter o controlo da sua bexiga e do fluxo de urina. Antes de fazer os exercícios tem de saber mais sobre como descobrir os seus músculos do pavimento pélvico. Uma boa maneira de o fazer é tentar parar ou diminuir o fluxo de urina enquanto estiver a urinar. Os músculos que usa para o fazer são os músculos do pavimento pélvico.

Parar ou diminuir o fluxo de urina não é um exercício do pavimento pélvico e não deverá ser utilizado como um exercício, pois pode prejudicar o reflexo normal de esvaziamento. É apenas uma maneira simples de localizar os músculos certos.

Se tiver problemas em descobrir os músculos certos, pode consultar um fisioterapeuta especializado nos músculos do pavimento pélvico.

Conselhos para principiantes

Se é principiante, pode fazer os exercícios deitado. Inicialmente, os seus músculos não são suficientemente fortes, por isso não é necessário obrigá-los a trabalhar contra a gravidade. Deitar-se também facilita a sensação de saber que os músculos certos estão a funcionar e que estão apertados até ao máximo. Tente encontrar a posição em que se sente mais confortável. Pode deitar-se com os joelhos dobrados e os pés no chão ou com as pernas a descansar sobre uma almofada ou cadeira.

Quando estiver preparado para mais

Reunimos alguns exercícios para si em TENA Men. Pode encontrar os exercícios aqui

Artigos relacionados

A próstata e a perda de urina nos homens

Embora a próstata e a incontinência “não sejam os tópicos de conversa mais interessantes numa festa”, convém saber o impacto que uma tem sobre a outra. Para dissipar qualquer confusão sobre o assunto, sentámo-nos com Ralph Peeker, professor e médico-chefe no Departamento de Urologia, do Hospital Universitário de Sahlgrenska, em Gotemburgo.

Incontinência – Uma introdução

Um em cada quatro homens acima dos 40 anos* tem perdas urinárias, também conhecidas por incontinência. A melhor maneira de encontrar uma solução é saber mais sobre como funciona a incontinência.