Tratamentos para incontinência infantil

Além de dar apoio e conhecimentos ao seu filho, as idas regulares à casa de banho, o consumo de alimentos e bebidas saudáveis e o cumprimento de horários de sono saudáveis são soluções e tratamentos que podem ajudá-lo a tratar a incontinência. Escolher os produtos para incontinência corretos, que melhor se adequam às necessidades do seu filho, e proporcionar-lhe um elevado nível de conforto e segurança contra fugas, é uma ótima forma de começar. Segue abaixo algumas das opções disponíveis. O tratamento mais adequado para o seu filho depende da sua idade, do grau de maturidade, do tipo de incontinência e do histórico familiar – o seu filho tem mais hipóteses de ter incontinência caso você ou o seu parceiro tenham passado pelo mesmo. Independentemente disso, é sempre bom relembrar que a culpa não é de ninguém, são coisas que fazem parte do crescimento. 
 
Se o seu filho é incontinente, fale com o seu médico ou profissional de saúde sobre as melhores opções de tratamento disponíveis. Se gostaria de saber mais sobre a incontinência, visite a página e leia mais informações básicas sobre a bexiga e causas da incontinência urinária infantil

Primeiro, verifique se existe uma infeção

Se, por algum motivo, considerar que existe uma infeção urinária subjacente, consulte o seu médico. O médico irá muito provavelmente sugerir um teste de urina para confirmar e recomendar um tratamento.

Medicamentos para incontinência urinária infantil

Por vezes, os médicos poderão até prescrever medicamentos caso o seu filho não esteja a produzir hormonas suficientes que diminuem a produção de urina nos rins durante a noite. Estes medicamentos têm a mesma função que as hormonas, ajudando o seu filho a produzir menos urina durante a noite e a reduzir a necessidade de urinar. Os medicamentos podem ser uma solução a curto prazo para situações como acampamentos escolares ou férias, situações nas quais manter-se seco é importante. 
 
Também poderão ser tomados durante um período mais longo, dependendo da situação do seu filho, com pausas a cada três meses para verificar se os medicamentos têm algum efeito na enurese. Os medicamentos não são um tratamento adequado para todas as crianças. Além disso, a enurese regressa após pararem de os tomar.

Alarme de urina na cama

Concebido para tocar para acordar o seu filho no momento em que começa a urinar na cama, o alarme pode ajudar as crianças a criar bons hábitos e treinar a bexiga – tornando-o numa solução eficaz.
 
Os alarmes podem ser comprados ou, em alguns casos, fornecidos pelo seu serviço nacional de saúde. 

Usar um alarme

Antes de começar a usar o alarme de urina na cama, convém certificar-se de que o seu filho consome alimentos e bebidas saudáveis, vai de forma regular à casa de banho e dorme o suficiente durante a noite. 
O objetivo do alarme é ajudar o seu filho a acordar para ir à casa de banho. Sendo assim, é importante que seja o seu filho a desligá-lo – se for você a desligar o alarme, o seu filho irá aprender a ignorar os sinais e o alarme não será eficaz. 
 
No início, poderá ter de ajudá-lo a acordar quando ouvir o alarme para que possa desligá-lo, ir à casa de banho e mudar a roupa da cama. Configurar um intercomunicador para bebés é uma forma fácil de ouvir o alarme em qualquer parte da casa. Quando começar a usar o alarme, o seu filho não deverá usar fraldas ou cuecas absorventes, para que sinta a necessidade de ir à casa de banho.  

Antecipar o alarme

Após os primeiros 10 dias de utilização do alarme, as crianças começam a aprender a acordar para “antecipar o alarme”. Vai reparar que a enurese diminui, o que se considera um sinal de progresso.

Noites secas, mantenha-as assim

A partir do momento em que o seu filho se mantiver completamente seco graças ao alarme, prolongue a sua utilização por mais um mês para ter a certeza.

Seja paciente

Usar o alarme de urina na cama requer empenho, tanto para os pais como para a criança. Por isso, se estiver numa situação desgastante ou bastante ocupado, é melhor começar o tratamento quando as coisas estiverem mais calmas e quando tiver mais tempo. Se considerar que não há progresso, faça uma pausa e tente novamente após alguns meses. 
 
Independentemente das soluções que experimentar para ajudar a minimizar a incontinência do seu filho, é sempre melhor envolver o seu médico.

Dica

Se o seu filho não acordar com o alarme, aumente o volume do som ao colocar o alarme numa caixa metálica; caso o alarme esteja demasiado alto, cubra-o com uma almofada.