Este site utiliza cookies para que lhe possamos facultar a melhor experiência de utilizador. Ao continuar a pesquisar no site, concorda com a nossa utilização de cookies. · Ler mais sobre os cookies que utilizamos e como alterar as suas definições Concordo

Parece estar localizado(a) em <country>

Visite o Site comercial da TENA para obter informação local.

Factos (e mitos!) sobre a incontinência urinária

Numa sala, uma menina sorridente de quatro anos sente-se protegida pelo braço da sua mãe.
A maioria de nós tem conceções erradas sobre a incontinência infantil e a enurese; infelizmente, este é um dos motivos pelo qual o seu filho, ou você, poderá sentir-se envergonhado de falar abertamente sobre o assunto. Saber o que é um facto e o que é mito ajuda a desmistificar o que lhe está a acontecer e reduz o stress para todos os envolvidos. Seguem-se abaixo alguns factos e respostas a Perguntas Frequentes de outros pais e cuidadores para ajudá-lo nesse processo. 

A enurese noturna é mais frequente do que possa pensar

Por volta dos três anos, em média, três em cada quatro crianças já sabem ir à casa de banho;
  • Aos cinco anos, uma em cada 10 sofre de enurese noturna 
  • Aos dez anos, uma em cada 15 crianças sofre de enurese noturna 
  • A enurese diurna afeta 2 a 4% das crianças com sete anos

A maioria das crianças deixe de urinar na cama à medida que cresce

Apesar de a incontinência urinária do seu filho poder ser desafiante para toda a família, é algo que irão ultrapassar à medida que a sua bexiga e corpo se desenvolvem.  Para compreender um pouco mais sobre como funciona a bexiga do seu filho e o que causa a incontinência infantil, consulte as informações básicas sobre a bexiga e as causas da incontinência urinária. Se tiver dúvidas ou preocupações, é sempre melhor conversar com o seu médico ou profissional de saúde.

As crianças não o fazem de propósito

Tal como o ato de aprender a falar ou andar, a bexiga do seu filho desenvolve-se ao seu próprio ritmo. Por vezes, por muito que a criança tente, é provável que urine involuntariamente. 

É uma patologia reconhecida

A denominação clínica para a incontinência infantil é enurese; a enurese diurna acontece durante o dia e a enurese noturna acontece durante a noite. Adicionalmente ao ato de explicar ao seu filho como funciona a bexiga, poderá considerar que usar estes termos clínicos podem ser uma boa estratégia para abordar a questão com crianças mais velhas. Pode ajudar a desmistificar a situação para algumas pessoas e não têm as mesmas associações que os termos mais básicos. 

A ansiedade não é uma causa

Apesar de não ser uma causa reconhecida para as fraquezas da bexiga na infância, poderá ser um resultado da situação, por isso, é importante lidar com ela de forma delicada. Se acha que o seu filho é ansioso, é melhor conversarem para saber os motivos e ajudá-lo a resolver o que o preocupa.

Beber menos não ajuda

Ingerir menos líquidos só torna a urina mais concentrada e, por sua vez, irrita a bexiga.  É sempre melhor deixar o seu filho beber quando tem sede e quando precisa, ele irá aprender a regular a sua ingestão de líquidos. No entanto, poderá ajudar se evitar que ingira bebidas que irritam o estômago, como sumos, chá, refrigerantes, bebidas açucaradas e chocolate quente – especialmente antes de ir para a cama.

Não ajuda ser rígido

O seu filho não controla a situação, por isso, ser rígido não ajuda. Na verdade, é importante que ajude o seu filho a compreender que não deve sentir-se culpado e que não pode controlar a situação.