Seja mais homem do que a média: consulte o seu urologista


Se a prevenção é o melhor remédio, por que é que os homens têm medo de ir ao urologista? A partir dos 50 anos é uma questão de saúde. Vamos explicar-lhe em que consiste uma primeira consulta ao especialista das doenças do aparelho reprodutor masculino e urinário.

Consulte o seu urologista

Consultar um especialista

Segundo os especialistas, a resposta é evidente: desconhecimento, apreensão e, até, vergonha! A partir dos 50 anos de idade os homens devem realizar anualmente um exame de urologia, desde que não existam antecedentes de tumores urinários ou da próstata na família. Caso contrário, é preferível realizar este exame assim que se entra na casa dos 40.

No entanto, deve referir-se que o cancro não é o único problema. Há outros como incontinência, dificuldade em urinar, presença de sangue na urina ou dores nos testículos, que devem ser tratados por um especialista.


Qualidade de vida

Contudo, primeiro, cabe ao médico de medicina geral estudar o problema. Deve ser sempre o primeiro a ser contactado e a pessoa responsável por encaminhá-lo para o especialista adequado. Muito bem, vai ao médico de medicina geral e ele diz-lhe que a solução está nas mãos do urologista. Não se assuste, coloque a ansiedade de lado. Está na hora de ir ao urologista pela primeira vez. No fim de contas, é a sua qualidade de vida que está em jogo.


Assim funciona um exame de urologia

Logo de início, o urologista irá perguntar-lhe quais são os seus hábitos urinários e sexuais. Após um breve questionário, irá realizar um exame físico do pénis, dos testículos e da próstata mediante um toque retal. O procedimento para avaliar uma possível doença prostática inclui também uma análise de sangue para determinar os seus valores de PSA (Antigénio Específico da Próstata), um tema que iremos abordar ao pormenor em próximos artigos. Com base nos resultados, o urologista irá decidir se será necessário realizar uma ecografia abdominal e pélvica, um exame do sedimento urinário ou outras análises.


Falsos mitos

·      Prevalece a ideia errada de que o exame da próstata provoca dor e até pode fazer com que o paciente evacue durante o mesmo. Não é verdade. O exame pode causar um certo incómodo, mas, tal como uma limpeza aos dentes, é completamente tolerável.

·      Não exige nenhuma preparação intestinal.

·      Pode ir vestido com roupa cómoda ou com a do trabalho, se estiver a trabalhar. Deve estar limpo e asseado, para se sentir mais confiante. Voltamos a repetir que a consulta não é nada mais do que uma conversa, com algumas perguntas e um exame físico. 


Tendo em conta tudo isto e porque consideramos que é inteligente não fazer parte dos 47% de homens que, segundo as estatísticas, nunca realizaram um exame de urologia, reiteramos: seja mais homem do que a média. A sua saúde agradece. 


Artigos relacionados

Sair quando se tem perdas urinárias

Muitos homens com perdas urinárias preocupam-se quando se trata de atividades sociais. O medo das perdas urinárias pode ser um obstáculo, mas com um plano apropriado, poderá manter-se protegido contra as perdas e manter a confiança.

Manter-se ativo com perdas urinárias

Existem muitas formas de manter o controlo e continuar a vida como quer, independentemente do tipo de perdas urinárias que tem.

Tipos e causas

Quais as causas das perdas urinárias e que tipos existem?

Tipos e causas das perdas urinárias e incontinência

PERGUNTAS FREQUENTES

EXPERIMENTE GRATUITAMENTE

What are cookies?

Lorem ipsum dolor sit amet lorem ipsum dolor sit amet lorem ipsum dolor sit amet.