Parece estar localizado(a) em <country>

Visite o Site comercial da TENA para obter informação local.

Os efeitos que a paixão pelo futebol provoca na sua saúde


Por que é que os adeptos de uma equipa de futebol se transformam quando assistem a uma partida? A ciência tem resposta a esta pergunta: partilhamos consigo como a paixão pelo futebol afeta o corpo e o cérebro.

Os efeitos que a paixão pelo futebol provoca na sua saúde

Nervos, emoção, saltos de alegria... Assistir a um jogo de futebol tem efeitos sobre a saúde que são bons para si e para os seus: presenciar este evento com amigos ou familiares é algo muito emotivo e permite criar laços entre as pessoas que partilham estes momentos juntos. Os estímulos que chegam através dos sentidos (gritos, abraços, gestos de ânimo) produzem uma série de substâncias no sistema nervoso que modulam as nossas sensações e atitudes:

- A dopamina, relacionada com o dispositivo de recompensa cerebral, faz com que a concentração no jogo abarque toda a atenção e que as demais atividades sejam secundárias.

- A serotonina melhora o estado de espírito e converte tudo o que está relacionado com este desporto em mensagens positivas.

- As endorfinas criam uma sensação de bem-estar: o cansaço, os problemas e as dores são dissipados enquanto dura o evento.


Os outros efeitos (não tão positivos) de ver futebol

Certamente que em mais de uma ocasião disse a um amigo, enquanto ele censurava um jogador ou o árbitro de um jogo de futebol: “não fiques assim, que te vai dar um enfarte”. Claro, trata-se de uma frase feita: nem todas as pessoas têm as mesmas probabilidades que isto ocorra; normalmente, há fatores prévios (hipertensão, diabetes, sedentarismo, tabaquismo...) que anunciam o risco. Mas o conjunto de emoções que são desencadeadas no nosso organismo quando vemos futebol influem na nossa saúde de várias formas. O stress provoca que a tensão arterial aumente. Os batimentos do coração e o ritmo da respiração aceleram-se, o sangue é redistribuído pelos órgãos vitais (cérebro, fígado, e rins), causando uma maior palidez, perda de empatia e agressividade. Se nesta situação houver antecedentes coronários, a probabilidade de que seja desencadeada uma crise cardíaca ou um acidente cérebro-vascular aumenta.

Para além dos problemas físicos, a identificação excessiva com uma equipa poderá ser causa de ansiedade, falta de sono, pior rendimento no trabalho ou reações emocionais desproporcionadas. Embora, insistimos, estamos a falar dos casos mais extremos. Agora que já sabe como ver futebol afeta a sua saúde... está preparado para desfrutar do jogo?






Artigos relacionados

5 apps para perder peso, estar mais bonito e saudável

Mostramos-lhe algumas aplicações para o seu smartphone ou tablet que ajudam a promover um estilo de vida saudável, como praticar exercício físico ou alimentação equilibrada.

Enfrente os 50 sem receios

Um dia acorda de manhã e tem 50 anos. Um número tão redondo e pesado que as pernas até tremem. Descontraia... é só um número. Ainda que tenha de se deparar com uma série de desafios físicos e psicológicos, estes podem ser os melhores anos da sua vida.